Comunicação | Publicado em 20/04/2017

Nota sobre paralisação de funcionários da empresa VG

Em relação à paralisação de funcionários da empresa VG e à possibilidade de ocorrências semelhantes em outras integrantes do setor de transporte por ônibus no Município, o Rio Ônibus esclarece:

1) A VG reconhece o atraso no pagamento de salários de parte dos rodoviários, referente a março, e está negociando com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro no sentido de normalizar a operação. No momento, 85% dos veículos já estão nas ruas. A VG está com parte de sua receita retida em consequência de penhoras judiciais trabalhistas oriundas de outras empresas.

2) A crise econômica está impactando o setor de transporte por ônibus, com a redução do número de passageiros, acentuada pelo aumento do desemprego.

3)  O não cumprimento do contrato de concessão, assinado em 2010, tem agravado o equilíbrio econômico-financeiro das empresas, já que não houve a reposição de custos assumidos ao longo de 2016, como os reajustes de mão de obra e insumos, principalmente óleo diesel.

4) Vale lembrar que, conforme prevê o contrato de concessão, o reajuste da tarifa deveria ter ocorrido na primeira semana de janeiro de 2017. Na época, o Rio Ônibus alertou que a ausência de reajuste teria como consequência o agravamento da crise financeira do setor, que já atingia pelo menos 12 empresas.

5) O setor de transporte por ônibus gera cerca de 35 mil empregos diretos somente no município do Rio de Janeiro. Nos últimos dois anos, seis empresas encerraram suas operações, levando à demissão de três mil rodoviários.

Rio Ônibus

Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro - Rio Ônibus



© Rio Ônibus 2016 - Todos os direitos reservados

Criação e Desenvolvimento:   Desenvolvido por Ideiatrip

www.ideiatrip.com.br

Direção de arte:
Vlad Calado
Design:
Daniel Uhr e Andressa Luz
Desenvolvimento:
Jonathas Guerra e Bruno Costa
Fotografia:
Arthur Moura

 
Popup Dialog Box Powered By : XYZScripts.com