/ NOTÍCIAS

Entrevista: Superar a crise exige ousadia e coragem

A pandemia escancarou o que especialistas em mobilidade urbana já sabiam. Mostrou que o transporte público beneficia quem usa e também aqueles que não utilizam o serviço essencial. “Os estoquistas de supermercado, balconistas de farmácia, policiais militares, empregados da área de saúde somente puderam chegar aos seus essenciais postos de trabalho porque o transporte público não foi paralisado”, afirma Sérgio Avelleda, que foi secretário de mobilidade urbana e transportes da cidade de São Paulo, e hoje coordena o Núcleo de Mobilidade Urbana do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper Instituto de Ensino e Pesquisa.

Avelleda não hesita em chamar o poder público à responsabilidade pela omissão no avanço do transporte individual sobre o coletivo. Na entrevista à NTUrbano, o especialista aprofunda o olhar sobre o ônibus urbano, avalia que o modal pode recuperar passageiros que migraram para outros meios de deslocamentos, mas adverte que o projeto do marco legal para o transporte público, apresentado no Senado Federal, “para ficar de pé, vai exigir uma mudança de mentalidade e da maneira de fazer negócios e de prestar serviços.”

FONTE: REVISTA NTU

Leia completo em https://www.ntu.org.br/novo/ckfinder/userfiles/files/Entrevista57.pdf

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tarifa zero uma nova realidade

Há exatos sete anos, em setembro de 2015, o transporte público passou a integrar o Artigo 6º da Constituição como um direito social, assim como a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, entre outros itens. Apenas recentemente, no entanto, pôde-se verificar a adoção de medidas práticas, para assegurar esse direito constitucional. Uma

// LEIA MAIS

É preciso inovar para melhorar os transportes

Os sucessivos reajustes no preço dos combustíveis, particularmente do etanol, da gasolina e do óleo diesel, têm preocupado governantes, autoridades responsáveis pelos órgãos gestores da mobilidade urbana, operadores de transportes coletivos, proprietários de veículos de carga e de automóveis e, em especial, os usuários do transporte coletivo urbano de passageiros das principais cidades brasileiras. Nos

// LEIA MAIS

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


powered by MailChimp!
Scroll to Top