Meio Ambiente

Desde 1997, o Rio Ônibus participa de programas de eficiência energética com o objetivo de preservar os recursos naturais e a qualidade de vida da população através da construção de uma cidade mais sustentável. O trabalho ambiental desenvolvido pelo sindicato possui variadas frentes, que asseguram o cumprimento das normas estabelecidas pelo poder público e a melhoria da qualidade ambiental do município.

 

Selo Verde

O Selo Verde foi criado para controlar as emissões de gases poluentes na atmosfera, cumprindo a legislação ambiental estadual Diretriz DZ-572.R-4 – Procon Fumaça Preta. O trabalho abrange a entrega periódica de laudos e acesso a um banco de dados com consulta ao histórico de medições de emissão da frota.

Resultado de uma parceria entre a Fetranspor, o INEA e o Programa Despoluir, o Selo Verde também funciona como uma certificação (semelhante ao ISO) para indicar os veículos aprovados nos testes de opacidade.

Foto: Rio Ônibus

 

Economizar e Despoluir

Ainda em 1997, em parceria com a Fetranspor (Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) e com distribuidoras e instituições de pesquisa/ensino, o Rio Ônibus passou a integrar alguns programas de redução da emissão de gases poluentes, estimulando o consumo racional e sustentável do óleo diesel.

Por meio do programa Despoluir, em parceria com a CNT (Confederação Nacional dos TransporteS) e o SEST/SENAT, o Rio Ônibus desenvolveu um trabalho de monitoramento de emissão de gases através da medição de opacidade de seus veículos e controle do estado de conservação dos ônibus. Além disso, são feitos treinamentos para orientação dos profissionais sobre o consumo racional do óleo diesel, procedimentos de abastecimento e armazenamento dos insumos e conscientização sobre riscos ambientais.

Atualmente, o Rio Ônibus se firmou como uma das entidades que apresenta o melhor resultado quanto às emissões de gases poluentes emitidos por sua frota. Cerca de 98% dos veículos estão dentro dos padrões aceitáveis de emissão de gases. Em vinte anos, foram economizados mais de 593,951 milhões de litros de diesel e não emitidos 1.586 milhões de toneladas de CO2 e 35,6 mil toneladas de material particulado.

Foto: Rio Ônibus