Pegue uma carona no roteiro de cultura e lazer do Rio Ônibus

Acreditando na cultura como um dos caminhos para alcançar desenvolvimento socio-cultural com qualidade, o Rio Ônibus oferece a você um cardápio semanal com eventos variados para sua degustação. Entre, programe-se, frequente e divirta-se!

A semana do Música no Museu está  e fique de olho: o prazo para as inscrições para o IX Concurso Jovens Músicos foi estendido até 20 de agosto. Clique aqui e saiba mais. Na Lapa, a comédia “A peça ao lado” leva todos para uma reflexão sobre vários temas até dia 28 de agosto, no teatro Sede das Cias, na Escadaria Selarón. No sábado é dia de estreia no MAR com a exposição “Feito Poeira ao vento”. E aproveite os longas do Festival de Cinema da Nova Zelândia, no Rio até esta quarta: totalmente gratuito. Confira, programe-se e divirta-se!

Boa semana!

De 14 a 21 de  agosto

Exposições

Dja Guata Porã | Rio de Janeiro indígena
MAR – Museu de Arte do Rio
Praça Mauá, 5, Centro
De terça a domingo, das 10h às 17h
Ingressos: R$ 20,00 (inteira)/ R$ 10,00 (meia)
A mostra apresenta a história do estado do Rio como história indígena. Concebida de modo participativo, a partir da colaboração de povos, aldeias e indígenas que residem no estado ou na capital carioca, a exposição é fruto de um processo de diálogo conduzido entre 2016 e 2017 pela equipe de pesquisa, curadoria e educação do MAR.

Saiba mais clicando aqui.

Feito Poeira ao Vento| Fotografia na Coleção MAR
MAR – Museu de Arte do Rio
Praça Mauá, 5, Centro
Lançamento: 19 de agosto
De terça a domingo, das 10h às 17h
Ingressos: R$ 20,00 (inteira)/ R$ 10,00 (meia)
Ao longo do século XX a fotografia consolidou-se para além do referencial documental que marcara seu surgimento. Transbordando as práticas científicas — das ciências naturais às ciências sociais —, a prática fotográfica sofisticou-se imensamente em sua apropriação pela arte. Artistas reinventaram não somente a dimensão estética da imagem fotográfica como também seu próprio estatuto documental, inserindo a fotografia no campo da ficção e da reinvenção do mundo.

Música

Projeto Música no Museu
Entrada franca
15 de agosto – terça-feira – 20h
Iate Clube – Av. Pasteur, s/n
Café do Lulu: Ana Rita, Andrea Afonso Orfro, Thea Simone, Kay Lyra
Programa: Clássicos Brasileiros e Internacionais

16 de agosto – quarta – 12h30
CCBB – Rua Primeiro de Março, 66
Fernanda Canaud I Piano, Thiago Proença e Maurício Vivet I Violino & Violinistas da Camerata do Uerê
Programa: Clássicos Internacionais

17 de agosto – quinta-feira = 18h
CC da Justiça Federal – Av. Rio Branco, 241 centro
Rio em Canto – Regência: Marcelo Saldanha e violão
Programa: Clássicos Brasileiros

18 de agosto – quinta-feira = 18h
CC da Justiça Federal – Av. Rio Branco, 241 centro
Orquestra de Cellos das comunidades pacificadas
Programa: Clássicos Internacionais

20 de agosto – domingo – 11h30
Museu de Arte Moderna – Av. Infanto Dom Henrique, s/n
Camerata do Uerê
Programa: Clássicos Brasileiros

21 de agosto – segunda-feira – 19h
Biblioteca Maison de France – Av. Pres. Antonio Carlos, 58
Encontro Voz e Energia: Coral do Cepel e Coral da Eletrobrás – Direção Musical: Crismarie Hackenberg Programa: Clássicos Brasileiros

Teatro

A peça ao lado
Sede das Cias – Rua Manuel Carneiro, 10 – Escadaria do Selarón – Lapa 
De sexta a segunda-feira – 20h
Até 28 de agosto
Preço: R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia
Durante uma noite chuvosa, um grupo de atores mambembes ocupa um teatro público no intuito de se proteger. Encantado com o local, encontra textos do dramaturgo francês Jean Tardieu e inicia encenações divertidíssimas até que esses atores sejam expulsos pelo administrador do espaço que não os reconhecem como artistas. Com humor ácido, crítico e um texto livremente inspirado no universo de Tardieu e em Dario Fo, a montagem inédita de “A Peça ao Lado” marca a primeira parceria entre a “Cia Ao Lado” e o diretor Delson Antunes, que também assina a adaptação do texto ao lado de Victor Lósso e dos atores da Cia Ao Lado.

 

1
Cinema

 

Festival de Cinema da Nova Zelândia
Até 16 de agosto
Loca: Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo
Entrada franca
O evento conta com nove filmes longa-metragem de diferentes gêneros cinematográficos premiados internacionalmente. O primeiro Festival de Cinema da Nova Zelândia na América Latina será apresentado também na Argentina, no Paraguai, Chile, México, em Cuba e na Colômbia.
Clique aqui e saiba mais!

Segunda-feira, 21 de agosto
19h10 – The Ground We Won – 18 anos – 1h31min
21h20 – The Dead Lands – 16 anos – 1h47min

Terça-feira, 22 de agosto
19h10 – White Lies – 18 anos – 1h39min
21h20 – The Dark Horse – 18 anos -2h04min

Quarta-feira, 23 de agosto
19h10 – Hip Hop-eration – 12 anos – 1h33min
21h20 – Mahana – 18 anos – 1h43min

 

Eventos Permanentes

Museu Vivo do São Bento
Rua Benjamin da Rocha Junior, s/n, São Bento, Duque de Caxias
De segunda a sexta, das 09h às 17h – Entrada franca
O Museu Vivo do São Bento é um Ecomuseu de Percurso. Concebido a partir dos princípios da Nova Museologia, articula a defesa do patrimônio, a intervenção na realidade social, ambiental, econômica e cultural do território e o envolvimento das comunidades locais nessas questões, afirmando e confirmando, portanto, o sentimento de pertencimento e as ações dos sujeitos construtores do seu tempo. Como um Ecomuseu, é uma casa onde se guardam e se revelam muitas histórias, e como Museu de Percurso, é visitando o seu território e suas diferentes temporalidades que essas histórias são descobertas. A partir da existência de um sítio arqueológico de população sambaquiana, pode-se experimentar um pequeno olhar sobre a era pré-cabralina.
Há exposições permanentes e itinerantes!

Saiba mais clicando aqui.

B 2897

Armários com peles taxidermizadas e esqueletos de primatas da Coleção de Mamíferos, do Departamento de Vertebrados, Museu Nacional, o maior acervo de primatas neotropicais do continente.

Museu Nacional UFRJ
Quinta da Boavista, s/n – São Cristóvão – Rio de Janeiro
De tTelefone: (21) 3938-6900
Tanto para adultos como para crianças, o acervo do museu é muito interessante e um passeio ao local pode se tornar uma aula sobre os inúmeros ramos da história da natureza. É a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e antropológica da América Latina. Você vai encontrar meteoritos, múmias, dinossauros e diferentes civilizações, além de conhecer a própria casa do imperador, quando antes o local era o Paço de São Cristóvão.

Fonte: Museu Nacional/ UFRJ 

AquaRio – Aquário Marinho do Rio de Janeiro
aquario-300x211Praça Muhammad Ali, Gambôa
De segunda a segunda
Bilheterias: das 09h30 às 17h.
Ingressos e mais informações, clique aqui.
O maior aquário de água salgada da América do Sul já está de portas abertas ao público. Com 26 mil m2 de área construída e 4,5 milhões de litros de água, o AquaRio apresenta centenas de espécies, diversas atrações inéditas, recintos e tanques grandiosos e toda a infraestrutura necessária para um entretenimento educativo e prazeroso. Um dos destaques é o tanque principal, o Recinto Oceânico e de Mergulho, com 3,5 milhões de litros de água, sete metros de pé-direito e um túnel passando por seu interior, com peixes, raias e tubarões. Além disso, há mais 24 tanques secundários e áreas específicas (três tanques de toque) onde o público, especialmente as crianças, poderá interagir com alguns dos animais expostos.
Saiba como chegar ao local de ônibus clicando aqui.

 

+ EM Serviços
+ ÁREAS DO SITE
Voltar para o topo
 

Rio Ônibus

Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro - Rio Ônibus



© Rio Ônibus 2016 - Todos os direitos reservados

Criação e Desenvolvimento:   Desenvolvido por Ideiatrip

www.ideiatrip.com.br

Direção de arte:
Vlad Calado
Design:
Daniel Uhr e Andressa Luz
Desenvolvimento:
Jonathas Guerra e Bruno Costa
Fotografia:
Arthur Moura

 
Popup Dialog Box Powered By : XYZScripts.com