/ NOTÍCIAS

Rio Ônibus participa da Virada Sustentável Rio 2018

O Rio Ônibus participou do painel Mobilidade Urbana da edição Rio da Virada Sustentável 2018, movimento de mobilização para a sustentabilidade que organiza o maior festival sobre o tema no Brasil. No evento, que ocorreu no dia 7 de junho, o Coordenador de Mobilidade Urbana Diego Silva falou sobre os desafios operacionais do sistema de ônibus no Rio de Janeiro e as mudanças pelas quais vêm passando.

Foto: Rio Ônibus

Durante o painel, o coordenador apresentou o cenário no qual opera o transporte rodoviário da cidade, responsável por 37% dos deslocamentos dos cariocas e 78% se considerados apenas os deslocamentos em transportes públicos. Diante da realidade, Diego ressaltou a importância da priorização do transporte público.

– Hoje, 2% das vias da cidade têm algum tipo de preferência para ônibus. Implantamos em 2010 o modelo BRS, que teve um grande nível de eficiência e qualidade de operação. Mas ainda temos um grande desafio pela frente. O último BRS foi implantado há cinco anos, que foi em Vila Isabel. Somente 47% da frota tradicional trafega por dois ou mais corredores com prioridade. Então ainda temos muito a avançar com relação a priorização do transporte público – explicou Diego.

O debate passou ainda por temas como tarifa, contrato de concessão, integração modal e tarifária, transformação do sistema e queda de passageiros nos últimos anos.

A palestra completa pode ser assistida no vídeo abaixo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tarifa zero uma nova realidade

Há exatos sete anos, em setembro de 2015, o transporte público passou a integrar o Artigo 6º da Constituição como um direito social, assim como a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, entre outros itens. Apenas recentemente, no entanto, pôde-se verificar a adoção de medidas práticas, para assegurar esse direito constitucional. Uma

// LEIA MAIS

É preciso inovar para melhorar os transportes

Os sucessivos reajustes no preço dos combustíveis, particularmente do etanol, da gasolina e do óleo diesel, têm preocupado governantes, autoridades responsáveis pelos órgãos gestores da mobilidade urbana, operadores de transportes coletivos, proprietários de veículos de carga e de automóveis e, em especial, os usuários do transporte coletivo urbano de passageiros das principais cidades brasileiras. Nos

// LEIA MAIS

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


powered by MailChimp!
Scroll to Top